Estatuto Fundamental da Oomoto

capítulo 1 – ENTRONIZACÃO

 

A Oomoto entroniza e adora como Deus da Oomoto (Oomoto Sume Oomikami) o verdadeiro Deus absoluto, Origem do espírito, da força e do corpo, o qual gera e cultiva todos os seres em todo o universo, e, de acordo com seu conceito de Deus, a Oomoto entroniza e adora igualmente o Espírito de Izu ou Deus Kunitokotachi, o Espírito de Mizu ou Deus Toyokumonu, que restauraram e consolidaram a Terra, assim como as demais divindades infinitamente numerosas.

 

capítulo 2 – ORIGEM

 

A Oomoto nasceu no dia de ano-novo de 1892 (25º ano da era Meiji), em Hongu, Ayabe, prefeitura de Quioto, visto que nesse dia o Espírito do Deus Kunitokotachi, em nome do Deus Ushitora, subjugou a Fundadora Nao DEGUCHI, anunciando a reconstrução do universo inteiro e a realização do Mundo de Miroku (o Reino de Deus da Terra).

 

capitulo 3 – FUNDADORES

 

A Oomoto tem dois fundadores doutrinários, a saber: Nao DEGUCHI e Onisaburo DEGUCHI. A fundadora Nao DEGUCHI, impregnada do caráter divino do Espírito de Izu, protetor dos mundos material e espiritual, estabeleceu a base da salvação mundial através da comunicação das revelações de Deus. O Cofundador Onisaburo DEGUCHI, saturado do caráter divino do Espírito de Mizu, que salva, como salvador-mor, os mundos material e espiritual, revelou o grande caminho do Amor e da veracidade da fé, remindo todos os homens e seus pecados.

 

capítulo 4 – GUIA ESPIRITUAL

 

A Oomoto segue a deliberação divina, segundo a qual cada Guia Espiritual seja herdeira da genealogia e da autoridade dos fundadores e, de conformidade com a vontade divina, cumpra a sagrada tarefa da salvação.

capítulo 5 – TERRENOS SAGRADOS

A Oomoto possui dois Terrenos Sagrados: o Baishō-en, em Ayabe, e Ten'on-kyō, em Kameoka. Aquele é o centro do culto, e este constitui o centro missionário.

capítulo 6 – LUGARES SAGRADOS

 

A Oomoto trata respeitosamente como lugares sagrados as ilhas de Meshima, Oshima e Kamishima, os montes Misen, Takakuma e Hachibuse, e Zuisen-en, tendo todos eles estreita relação com Deus, bem como outros lugares históricos de menor importância que os acima mencionados.

 

capítulo 7 – LIVROS DOUTRINÁRIOS

 

A Oomoto reconhece como livros doutrinários aqueles sancionados pela Guia Espiritual da época, com base nas "Revelações Divinas" (Ofudesaki) e "Contos do Mundo Espiritual", publicados pelos Fundadores.

 

capítulo 8 – ENSINAMENTO BÁSICO

 

A Oomoto faz desta máxima o seu ensinamento básico: Deus é o Espírito que anima todas as coisas, e o homem é o administrador do governo universal. Quando o homem se une com Deus, manifestam-se uma autoridade e um poder infinitos.

 

capítulo 9 – TRÊS GRANDES REGRAS DE APRENDIZADO

 

A Oomoto tem as seguintes três grandes regras de aprendizado para a compreensão de que o Verdadeiro Deus é infinito e absoluto e Sua Virtude é grandiosa e incomparável:
Observando as formas reais do universo, contemplai o corpo do Verdadeiro Deus.
Observando o exato movimento do universo, contemplai a força do Verdadeiro Deus.
Percebendo a sensibilidade dos seres vivos, contemplai o espírito do Verdadeiro Deus.

 

capítulo 10 – QUATRO GRANDES NORMAS

 

A Oomoto tem as seguintes quatro grandes normas como leis fundamentais da vida humana:
Culto: caminho para a concordância com o coração de Deus.
Ensino: verdade revelada por Deus.
Inércia: boa conduta comum a Deus e ao homem.
Produção: trabalho conveniente a toda pessoa.

 

capítulo 11 – QUATRO GRANDES PRINCÍPIOS

 

A Oomoto possui os seguintes quatro grandes princípios como leis fundamentais para trilhar o caminho de Deus:
Princípio da Pureza: caminho para a purificação da alma e do corpo.
Princípio da Alegria: caminho para alegrar-se com tudo no universo.
Princípio do Progresso: caminho para o aperfeiçoamento da sociedade. 
Princípio da Unidade: caminho para a harmonia centrípeta.

 

capitulo 12 – MISSÃO

 

A Oomoto empenha-se a cumprir sua missão, isto é, a manter a mais sincera fé em Deus e a servir à causa divina, a fim de realizar o Reino de Deus na Terra, esforçando-se por praticar a fraternidade universal e colaborar com todas as religiões possíveis, com base na verdade de que todos os seres se acham numa unidade e todas as verdades doutrinárias provêm da mesma origem.

Tigelas "Lua e Sol", Quinta Guia Espiritual Kurenai DEGUCHI

© 2018 Associação Religiosa Oomoto do Brasil | Rua Fernando Pessoa, 720 | Jandira | SP

  • YouTube
  • Instagram